• Telefone: +55 (18) 3117-1195
  • E-mail: zanardo@zanardo.com.br
  • Horário: Seg - Sex: 7:30h - 11:30h | 13:00h - 17:48h
Data: 11/03/2019
Imagem retirada de http://opiniaoenoticia.com.br/economia/entrada-de-dolar-no-pais-ja-ultrapassa-valor-total-de-2010/ Imagem retirada de http://opiniaoenoticia.com.br/economia/entrada-de-dolar-no-pais-ja-ultrapassa-valor-total-de-2010/

O ingresso de recursos do Brasil superou a retirada de valores em US$ 8,626 bilhões em fevereiro, segundo informações divulgadas pelo Banco Central nesta quinta-feira (7).

A entrada de dólares se dá quando investidores enviam dinheiro ao Brasil para pagar por compra de produtos brasileiros ou para realizar aplicações financeiras e investimentos em empresas, por exemplo.

O dólar sai quando esses investidores retiram recursos do Brasil para, normalmente, aplicar em outros países, ou para pagar pelas importações realizadas. Essas operações ocorrem por meio de remessas feitas por bancos contratados por esses investidores.

No acumulado deste ano, até a última sexta-feira (1º), a entrada de dólares no país superou a retirada em US$ 7,955 bilhões, de acordo com dados oficiais.

Impacto no dólar
A entrada de dólares favorece, em tese, a queda da moeda norte-americana em relação ao real. Isso porque, com mais dólares no mercado, seu preço tenderia, teoricamente, a cair.

No mês passado, porém, o dólar registrou valorização de 2,61% sendo cotado a R$ 3,7533. Nesta quarta-feira (7), por volta das 12h40, já opera ao redor de R$ 3,87.

Segundo analistas de mercado, além do fluxo de dólares, outros fatores influenciam a cotação da moeda, como o cenário político interno e externo.

Nesta quarta-feira, o dólar opera pressionado em alta ante o real em meio a maior cautela no cenário externo e com investidores de olho no cenário político local e na tramitação da reforma da Previdência.

Entre agentes financeiros, há razoável preocupação de que as recentes publicações controversas do presidente Jair Bolsonaro no Twitter possam dificultar a formação da base aliada no Congresso.

Prevalece a percepção de aprovação do texto no segundo semestre do ano, mas ainda restam dúvidas quanto ao teor do texto que será chancelado por parlamentares, destaca a agência Reuters.

O Banco Central realiza nesta quinta-feira leilão de até 14,5 mil swaps cambiais tradicionais, correspondentes à venda futura de dólares, para rolagem do vencimento de abril, no total de US$ 12,321 bilhões.

fonte: Udop, com informações do G1

  • Telefone:
    +55 (18) 3117-1195

  • Rua dos Buritis, 201 - Parque Industrial II Araçatuba / São Paulo