• +55 (18) 3117-1195
  • +55 (18) 98136-0281
  • zanardo@zanardo.com.br
  • Segunda à sexta, das 7h30 às 11h30 e das 13h00 às 17h48

Está em busca de empresa que ofereça válvula borboleta? A Zanardo tem as melhores opções e o produto certo para a sua necessidade, sempre com a melhor qualidade e seguindo, à risca, todas as normas e protocolos de segurança que são exigidos.

A empresa conta com engenheiros experientes para orientar na correta aplicação e dimensionamento, buscando alto desempenho e qualidade com o melhor custo benefício.

 

  1. Qual função da válvula borboleta?
    1. Bloqueio
    2. Controle

 

  1. Onde é aplicada a válvula borboleta?
    1. Água
    2. Gás
    3. Entre outros

 

  1. Quais são os tipos de válvula borboleta?
    1. Concêntrica
    2. Excêntrica
    3. Bi-excêntrica
    4. Tri-excêntrica

 

  1. Quais são as conexões de válvula borboleta?
    1. Wafer
    2. Lug
    3. Flangeada

 

  1. Quais são os acionamentos para válvula borboleta?
    1. Alavanca manual
    2. Caixa redutora
    3. Atuador pneumático
      1. Pinha cremalheira
      2. Mola diafragma

 

  1. Atuador elétrico

 

  1. Existe norma para válvula borboleta?

 

  1. Como é executado o teste de válvula borboleta?
  2. Qual aplicação é recomendada para válvula borboleta?
  3. Onde encontrar válvula borboleta? Fale com a Zanardo!

 

Perguntas comuns

 

Para que serve uma válvula borboleta?

 São amplamente utilizadas na indústria. Seu peso baixo e menor custo com manutenção e instalação contribuem para sua popularidade. Dependendo de sua construção e da aplicação, podem operar tanto como válvulas de controle quanto de bloqueio. São empregadas principalmente para altas vazões de gases ou líquidos em baixas pressões.

 

Onde é aplicada a válvula borboleta?

 São recomendadas para controle com baixo diferencial de pressão, controle de vazão e bloqueio de linhas. São muito utilizadas em usinas hidrelétricas, usinas sucroalcooleiras, industrias de mineração, alimentícias, bebidas, produtos químicos e petroquímicos, abastecimento e distribuição de água, tratamento de efluentes, papel e celulose etc.

Por isso, podem ser aplicadas em diversos tipos de fluidos, como: vapor, água, produtos químicos, alimentícios, gases etc.

 

Quais as características da válvula borboleta?

 As válvulas borboletas têm a característica de acionamento rotativo e, através da rotação do disco em seu eixo que gira de zero a 90 graus, proporciona a abertura e fechamento da válvula. O disco, por sua vez, quando na posição fechada, pressiona a vedação, que deve ser resiliente a ponto de ceder e proporcionar o contato em torno de todo o perímetro do disco e, assim, impedir a passagem do fluido.

Sua construção é simples, constituída basicamente de corpo, disco, eixo, vedação e acionamento.

 

Quais são os acionamentos para válvula borboleta?

 As válvulas borboletas são válvulas rotativas de ¼ de volta, devido o disco ter movimento de abertura e fechamento, girando em seu eixo, limitado a 90º. E seus acionamentos podem ser Manual, por meio de alavanca ou caixa redutora; Pneumático, através de atuadores pistão ou diafragma, hidráulico e elétrico

  • Atuadores pistão - a atuador do tipo pistão utilizado nas borboletas é pinhão cremalheira, um atuador pistão rotativo. Os atuadores rotativos são mais utilizados, devido seu menor custo e robustez, por suportar uma pressão maior do que os atuadores do tipo diafragma.
  •  Atuadores diafragma - os atuadores diafragma, como o nome sugere, são os atuadores que possuem diafragmas e, por este motivo, suportam uma pressão menor. Pressão alta pode estourar o diafragma, o que pararia funcionamento da válvula. O diâmetro do diafragma tende a ser maior para poder atingir a força necessária com uma pressão menor, fazendo com que eles sejam mais sensíveis, com uma variação de pressão menor para atingir o deslocamento necessário. Isso fez com que os atuadores diafragma ficassem conhecidos por serem melhor no controle da válvula.

 

Quais são os tipos de válvulas borboletas?

 Concêntrica: quando o corpo, o disco, o eixo e a vedação da válvula são centrados em si.

 

 

Excêntrica: a vedação e o disco permanecem deslocados paralelamente ao centro longitudinal do corpo.

 

 

Bi excêntricas: a vedação e o disco permanecem deslocados paralelamente ao centro longitudinal do corpo, enquanto o centro do eixo também é deslocado em relação ao centro axial do corpo.

 

 

Tri excêntricas:  vemos as mesmas características da válvula bi excêntrica, com a vedação e o disco deslocados paralelamente ao centro longitudinal do corpo, e o centro do eixo também é deslocado em relação ao centro axial do corpo

 

 

Quais são as conexões de válvula borboleta?

 Na conexão wafer, a válvula é montada entre flanges e apertada com prisioneiros passantes, e comumente possui algum tipo de guia para facilitar a montagem de forma correta.

As conexões lug e semi lug possuem rosca nos furos para fixação dos prisioneiros.

A conexão flangeada os prisioneiros também não são passantes, sendo colocados de cada lado da válvula.

 

Existe norma para válvula borboleta?

 São utilizadas normas como a API 609, que especifica face a face das válvulas e a ASME B16.5, que especifica o raio de furação e diâmetro dos parafusos.

  1.  Principais características construtivas encontradas nas válvulas borboleta são:
  •  Abertura e fechamento rápidos
  • Controle de fluxo
  • Operação frequente
  • Vedação estanque tanto para líquidos quanto para gases. quando fabricadas com vedação de elastômeros
  • Alta recuperação de pressão
  • Alto coeficiente de fluxo
  • Sede substituível para as válvulas com assento resiliente
  • Bitolas a partir de 2”
  • Revestimento com diversos materiais
  • Baixo peso resultando em baixo custo da instalação
  • Mínima manutenção
  • Mínimo vazamento entre a haste e o corpo

       2. Principais características construtivas encontradas nas válvulas borboleta bi excêntricas são:

  •  Controle e bloqueio numa única válvula
  • Baixo torque operacional
  • Bidirecional, com vedação estanque em ambos os sentidos obtida pelo torque
  • Passagem plena do fluxo proporcionando um alto coeficiente de vazão

 

SOLICITE SEU ORÇAMENTO

  • Telefone:
    +55 (18) 3117-1195

  • Rua dos Buritis, 201 - Parque Industrial II Araçatuba - CEP 16012-170 / São Paulo